top of page
jacek-dylag-PMxT0XtQ--A-unsplash.jpg
  • Foto do escritorJoão Paulo Koltermann

O que é a ansiedade? Compreenda os sintomas físicos e psicológicos e o tratamento

Atualizado: 8 de jun. de 2023

O que é a ansiedade? Compreenda os sintomas físicos e psicológicos e o tratamento


Ansiedade é um estado de preocupação ou medo intenso em relação a eventos futuros. Pode variar de ansiedade normal, que é passageira, a transtornos de ansiedade crônicos, que podem interferir na vida diária. Os sintomas físicos da ansiedade podem incluir falta de ar, sensação de aperto no peito, palpitações cardíacas e dores de cabeça, enquanto os sintomas psicológicos podem envolver nervosismo, dificuldade em se concentrar e preocupação constante. O tratamento da ansiedade depende da gravidade dos sintomas e das causas subjacentes. Para casos leves, mudanças no estilo de vida, como exercícios físicos regulares, técnicas de relaxamento e alimentação saudável, podem ajudar. Em casos mais graves, medicamentos prescritos por um psiquiatra e a terapia com um psicólogo podem ser necessários. É essencial buscar ajuda profissional para encontrar a abordagem de tratamento adequada ao indivíduo.


Introdução


Ansiedade é uma resposta de medo ou preocupação intensa que pode surgir como resposta a eventos ou situações variadas. Ela pode se tornar um transtorno de ansiedade, e pode interferir em sua vida diária exigindo um tratamento qualificado. Um dos principais sintomas de ansiedade é o estresse. É comum sentir ansiedade em resposta a determinados estressores, como quando você está se preparando para uma entrevista, fazendo um exame ou falando em público. No entanto, a ansiedade também pode ser causada por algo que não costuma causar estresse em outras pessoas (como estar no ônibus), ou por algo pelo qual você sempre se sentiu estressado (como andar de avião).



Uma mulher relaxando sozinha.
Uma mulher relaxando.

O que é ansiedade?

Ansiedade é sentir-se preocupado ou assustado com algo que pode vir a acontecer no futuro. Ela pode ser uma ansiedade normal, que vai e vem. No entanto, também pode ser um sentimento patológico que persiste por mais tempo, sendo assim entendida como um dos transtornos da ansiedade. Entre os transtornos de ansiedade estão o TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada), o TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo) e o Transtorno de Pânico (Barnhill, 2020). A ansiedade é uma resposta que pode surgir nas mais diversas situações. Pode ser causada por estresse no trabalho, medo de falar em público ou até mesmo preocupações com a saúde pessoal. Para algumas pessoas, a ansiedade pode se tornar uma condição crônica que atrapalha sua vida diária.

Quais são os sintomas da ansiedade?

Os sintomas variam a depender da pessoa e do tipo de ansiedade que ela está experimentando. Sendo assim, pessoas com ansiedade podem apresentar alguns sintomas como:

  • Sensação de nervosismo ou estar no limite;

  • Falta de ar e sensação de aperto no peito;

  • Preparo constantemente para uma possível situação de perigo;

  • Dificuldade em se concentrar ou tomar decisões;

  • Problemas para dormir;

  • Sensação de estar fora de controle ou prestes a entrar em pânico;

  • Pensamentos recorrentes sobre morte ou violência;

  • Sensação de tensão ou preocupação constante;

  • Sensação de inquietude ou dificuldade em se concentrar;

  • Palpitações cardíacas, taquicardia, dores de cabeça ou dores de estômago;

  • Vergonha;

  • Pensamentos intrusivos ou tremores impossíveis de serem controlados.

A ansiedade pode interferir nas atividades e relacionamentos da vida cotidiana, levando a sofrimento e comprometimento significativos. Não existe uma causa única da ansiedade, acredita-se que ela seja causada por uma combinação de fatores genéticos e ambientais.

Enquanto todos experimentam ansiedade em determinadas situações, como antes de um teste importante ou durante uma conversa difícil, pessoas com transtornos de ansiedade experimentam medo ou preocupação excessivos em situações em que outras pessoas não sentiriam. Isso pode levar à dificuldade de funcionamento na vida cotidiana e pode ser extremamente debilitante.

O que causa ansiedade?

Não há uma resposta única para essa pergunta, pois a causa da ansiedade é complexa e muitas vezes multifacetada. No entanto, algumas das causas mais comuns de ansiedade incluem fatores genéticos, eventos traumáticos, fobia social, exposição a toxinas e exposição ao estresse ou situações que provocam ansiedade no início da vida.

Existem muitos tipos diferentes de fatores ambientais que podem levar a problemas de saúde mental. Um exemplo é a exposição à violência ou traumas. Isso pode incluir coisas como testemunhar um crime violento, ser vítima de abuso ou estar em um acidente de carro.

Outro exemplo é a exposição a desastres naturais, como furacões ou tornados. A exposição a esses tipos de eventos pode levar à ansiedade, Transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) e outros problemas de saúde mental. É importante lembrar que nem todo mundo que experimenta um evento traumático desenvolverá um problema de saúde mental, mas é algo que você deve estar ciente se você estiver experimentando sintomas de ansiedade ou TEPT.

Outro exemplo é a exposição a situações que provocam ansiedade. Essas situações tipicamente geram aos indivíduos a sensação de perigo ou que seu bem-estar está em risco. Elas podem ser bastante estressantes e muitas vezes fazem com que as pessoas se sintam ansiosas ou assustadas. Situações como fazer uma apresentação na frente de um grupo de pessoas, ou então um primeiro encontro. Em geral, esses contextos tendem a gerar preocupação ou tensão, o que pode levar a uma série de sintomas negativos, como aumento da frequência cardíaca, sudorese e sensação de tremores.

No entanto, é importante observar que nem todo mundo que sofre estresse desenvolverá ansiedade. E nem todo mundo com histórico familiar de ansiedade enfrentará um transtorno de ansiedade. Há diferentes fatores que podem contribuir para a ansiedade.

Alguns dos gatilhos mais comuns incluem: pressão no trabalho, problemas de relacionamento, dificuldades financeiras, problemas de saúde e grandes mudanças na vida. A ansiedade pode afetar pessoas de qualquer idade, raça, sexo ou status socioeconômico.

O que é medo?

O medo é um sentimento de temor desencadeado frente a uma situação de perigo real ou imaginário. Pode ser um filme de terror, ou um cachorro que late para nós. Quando sentimos medo, nosso coração dispara e nosso estômago parece dar um nó. Outro exemplo é quando você está dirigindo e vê um carro vindo em sua direção e você teme que ele bata em você.

O medo é uma emoção que normalmente é desencadeada por uma ameaça percebida. A resposta do corpo ao medo é liberar adrenalina, que prepara o corpo para lutar ou fugir. O sentimento de medo pode variar de leve apreensão a terror total, e muitas vezes tem manifestações físicas, como um coração acelerado ou sensação de estar sobrecarregado. O medo pode ser útil, pois nos ajuda a nos protegermos do perigo, mas também pode ser prejudicial caso se torne opressor ou paralisante.

O que é estresse?

Estresse é o que acontece quando você sente que não consegue lidar com alguma coisa. É uma sensação de estar sobrecarregado. Como quando você está muito ocupado e tem muito trabalho a fazer, está com pressa e tenta realizar tudo de uma só vez.

Mas não existe uma única definição universalmente aceita de estresse. Em geral, no entanto, o estresse pode ser conceituado como uma resposta a demandas ou pressões que excedem a capacidade do indivíduo de lidar com isso. Os estressores podem ser de natureza física, psicológica ou ambiental.

A experiência do estresse é universal. É um sentimento que todos conhecemos bem. Sentimos isso quando estamos sobrecarregados com as demandas acadêmicas ou no trabalho ou quando estamos presos no trânsito. Para a maioria das pessoas, o estresse é simplesmente um sentimento desagradável que desaparece depois que a situação passa. Enquanto para outras o estresse pode ser debilitante. Isso pode fazer com que eles se sintam ansiosos e sobrecarregados por longos períodos de tempo, para além da situação que desencadeou o estresse. Assim, pode ter um impacto negativo a longo prazo em sua saúde mental.


Então, o que causa estresse?

Não há uma resposta única para essa pergunta. As causas do estresse podem variar de pessoa para pessoa e de situação para situação. Mas existem algumas causas comuns, incluindo: pressão no trabalho, problemas financeiros, conflitos familiares, problemas de saúde e grandes mudanças na vida.


O que você pode fazer para lidar com o estresse?

Há muitas coisas que se pode fazer. Exercitar-se costuma ajudar a liberar a tensão e a sentir-se melhor. Outra opção são técnicas de relaxamento, como respiração profunda ou meditação. Há algumas pessoas que acham que funcionam melhor quando têm um plano para lidar com o próprio estresse, como reservar um tempo todos os dias para relaxar ou planejar com antecedência situações estressantes em potencial, isso também pode lhe ajudar. Algumas dicas gerais para lidar com o estresse incluem exercícios, técnicas de relaxamento, sono adequado e hábitos alimentares saudáveis. Também pode ser útil identificar seus estressores pessoais e desenvolver estratégias para lidar com eles. Se o estresse está sendo demais para você lidar sozinho, é importante procurar ajuda profissional.

Como posso tratar a ansiedade?


Existem várias formas de controlar a ansiedade, dependendo da gravidade dos sintomas e das causas subjacentes, o tratamento ideal varia de pessoa para pessoa. Em casos leves, mudanças no estilo de vida, como exercícios físicos regulares, meditação e técnicas de respiração e alimentação saudável, podem ser úteis e o suficiente no controle da ansiedade. Também é importante reduzir o estresse na sua vida, aprender a lidar com os seus medos e ansiedades.

Se a ansiedade for mais grave e estiver afetando significativamente a sua qualidade de vida, ou se for causada por um transtorno de saúde mental, medicamentos indicados por um psiquiatra e o acompanhamento por um psicólogo podem se tornar necessários. O tratamento deve sempre ser adaptado ao indivíduo e pode levar algum tempo para encontrar a abordagem que faz mais sentido para você. Se você está lutando contra a ansiedade, é importante discutir seus sintomas com seu médico para que ele possa ajudá-lo a encontrar o melhor tratamento para você.

Conclusão

A ansiedade é uma condição de saúde mental que pode afetar qualquer pessoa a qualquer momento. É importante entender os sinais e sintomas de ansiedade para obter ajuda, quando necessário. Existem muitas maneiras de tratar a ansiedade e, com a ajuda de um médico ou terapeuta, a maioria das pessoas pode controlar sua ansiedade e levar uma vida saudável e produtiva. Se você ou alguém que você conhece está lutando contra a ansiedade, procure ajuda.



Referências

Barnhill, J. (2020). Considerações gerais sobre transtornos de ansiedade - Distúrbios de saúde mental - Manual MSD Versão Saúde para a Família. Manual MSD Versão Saúde para a Família. Retrieved 11 August 2022, from https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-de-sa%C3%BAde-mental/ansiedade-e-transtornos-relacionados-ao-estresse/considera%C3%A7%C3%B5es-gerais-sobre-transtornos-de-ansiedade.


Outras leituras

The Diagnosis and Treatment of Anxiety Disorders: Este artigo apresenta as diretrizes clínicas para o diagnóstico e o tratamento dos transtornos de ansiedade na Alemanha. Ele descreve os critérios diagnósticos baseados no DSM-5 e no ICD-10, os instrumentos de avaliação e as opções terapêuticas disponíveis. Ele também fornece recomendações práticas para o manejo dos transtornos de ansiedade em diferentes contextos e populações.

0 comentário

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page